3 ferramentas para Gestão da Qualidade e Processos

Gestão da Qualidade e Processos são encarados hoje como fatores importantes para as empresas que querem sobreviver em um cenário de competição agressiva, mercados globalizados e evolução tecnológica contínua. Suas origens remontam ao início do século passado, quando a produção em massa e o Fordismos deram os primeiros passos em direção ao que se chamaria no futuro de Gestão da Qualidade e, em alguns casos mais específicos, Administração da Qualidade Total. Antes de falarmos de 3 ferramentas muito usadas na busca da qualidade, vamos compreendermos melhor essa evolução da maneira de encarar a qualidade. Para isso, podemos dividir a Gestão da Qualidade em 3 períodos ou eras.

Veja mais: Entenda o conceito da Gestão da Qualidade

As 3 eras da qualidade e suas características

1- Era da inspeção

  • Produtos e peças verificados individualmente um a um
  • Participação do cliente na inspeção
  • Os defeitos são encontrados, mas não há a busca da qualidade

2- Era do controle estatístico

  • Amostragens de produtos são usadas para a verificação
  • Departamento de Controle de Qualidade fica a cargo da tarefa
  • A maior preocupação está na localização dos defeitos.

3- Era da qualidade total

  • Controle do processo produtivo
  • A responsabilidade pela qualidade é da empresa como um todo
  • A maior preocupação está na prevenção de defeitos.
  • Um sistema de administração da qualidade deve assegurar que ela ocorra

Como se nota, a maneira como a Gestão da Qualidade e Processos foram encarados ao longo do tempo mudou, evoluindo da busca dos erros para sua prevenção e a tomada de medidas para evitá-los. Para entendermos melhor como esse caminho foi percorrido, vamos analizar uma linha do tempo.

Confira: Entenda o que é qualidade total e como ela está relacionada com a gestão de melhoria contínua

Linha do tempo da Gestão da Qualidade e Processos

1900

  • Operador controla a qualidade
  • Fabricação do produto inteiro por um grupo ou trabalhador
  • Eles mesmo atestam a qualidade do que fabricam

 1918

  • Supervisor controla a qualidade
  • Ele é responsável pelo trabalho da equipe
  • Dirige o grupo

1937

  • Inspeções para controlar a qualidade
  • Verificação com base em padrões
  • Objetivo: detectar os problemas

1960

  • Controle estatístico da qualidade
  • Prevenir e atacar os problemas
  • Ferramentas da qualidade
  • Focada na área de produção

1980

  • Controle da Qualidade
  • Busca de novos instrumentos além da estatística
  • Visão mais estratégica e global

Atualmente, a Gestão da Qualidade e Processos nas empresas realmente competitivas são tidos como obrigação e não mais como diferencial competitivo. Quem não oferece produtos e serviços de qualidade e com alto valor percebido pelos clientes está fora do mercado. O desafio se apresenta num novo patamar, focado na inovação e no atendimento das necessidades do cliente com um enfoque que vai além de produtos “sem defeitos”, mas que engloba sustentabilidade, ética e respeito ao meio ambiente.

Veja também: Otimize a confiabilidade de processos e produtos com BPM

Uma ferramenta BPM ajudará sua empresa a entender os desafios, aprimorar a Gestão da Qualidade e Processos e definir as melhores maneiras de atingir o nível de qualidade desejado por seus clientes.

3 ferramentas para Gestão da Qualidade e Processos

Diagrama de causa e efeito

Também chamado de Diagrama de Espinha de Peixe ou Diagrama de Ishikawa, é uma representação gráfica que permite descobrir as causas principais de problemas, defeitos ou inconformidades.

Veja como desenhar um diagrama de causa e efeito e aplicá-lo na Gestão da Qualidade e Processos:

  • Descreva claramente o problema
  • Desenhe em uma folha de papel uma seta horizontal (da esquerda para a direita) com uma caixa retangular na extremidade direita
  • Escrever dentro do retângulo o problema a ser solucionado
  • Desenhe linhas diagonais que saem da seta, inclinadas para a esquerda, tanto acima quanto abaixo dela
  • Escreva na primeira linha diagonal próxima da caixa uma possível causa “primária” do problema
  • Faça a pergunta: “porque isto ocorre?” e anote a resposta na diagonal anterior, como uma causa “secundária”
  • Continue anotando as respostas e novamente fazendo a pergunta até chegar a uma causa inicial do problema

diagrama-espinha-de-peixe Este trabalho deve ser feito em um grupo de Brainstormimg. Quando o diagrama estiver completo com causas e efeitos suficientes, deve ser revisado até que todos concordem sobre quais causas devem ser eliminadas ou corrigidas para sanar o efeito que leva ao problema em análize.

5W1H

Esta ferramenta permite uma rápida identificação de elementos, ações, recursos e responsabilidades para a execução de um projeto por meio de respostas a uma série de perguntas objetivas. O acrónimo 5W1H vem do inglês, conforme a lista abaixo:

  • WHAT: O que será feito
  • HOW: Como será realizada cada tarefa
  • WHY: Por que devem ser realizadas
  • WHERE – Onde serão executadas
  • WHEN – Quando cada tarefa será realizada
  • WHO – Quem será responsável por cada uma delas

Assim, de forma ágil e objetiva, um projeto pode ser planejado para ser posto em prática rapidamente.

Mais detalhes: Matriz 5W2H: aprenda a elaborar, executar e mensurar um plano de ação simples e eficiente

Ciclo PDCA

Também chamada de “Ciclo de Shewhart” ou “Ciclo de Deming”, seu maior divulgador, esta ferramenta também usa uma acrônimo para ordenar as fases de um processo cíclico e contínuo:

  • PLAN: Estudar um processo e planejar seu aprimoramento
  • DO: Implementar a mudança
  • CHECK: Observar os efeitos, verificar os indicadores
  • ACT: Estudar os resultados e promover ações corretivas ou padronizar e treinar

Depois disso, devemos voltar ao início e repetir cada um dos passos depois de ter absorvido as conclusões anteriores, aprimorando o processo de forma contínua na busca do atendimento das necessidades do cliente. Com certeza, esta ferramenta pode ajudar sua empresa a se dedicar de forma mais efetiva a Gestão da Qualidade e Processos, principalmente quando precisa de agilidade e precisão na busca de processos mais eficientes e eficazes.

Veja mais: Entenda o que é ciclo PDCA e como aplicá-lo na gestão de melhoria e qualidade na sua empresa

Post anterior
Padronização de processos: tudo o que você precisa saber.
Próximo post
Redução de custos operacionais: 10 sugestões práticas

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu