O que é Governança de TI e qual a sua importância para a tomada de decisões nas empresas

Para compreender o que é a Governança de TI – Tecnologia da Informação – e qual a sua finalidade, primeiro é preciso entender o conceito de Governança Corporativa, uma obrigatoriedade para todas as grandes empresas atualmente.

Segundo o Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC):

“Governança Corporativa é o sistema pelo qual sociedades e empresas são geridas, administradas e monitoradas, no que tange às relações profissionais entre acionistas, conselho administrativo, diretoria, conselho fiscal e auditorias independentes, visando aumentar o valor da sociedade, facilitar o acesso ao capital e garantir a longevidade da empresa.”

A necessidade das empresas adotarem políticas de Governança Corporativa se deu na mesma medida em que, ao longo do tempo, a complexidade dos processos empresariais aumentou, principalmente nas empresas que atuam com o capital aberto, pois o fato delas negociarem suas ações fez com que houvesse uma necessidade maior de transparência administrativa, para que acionistas e investidores pudessem ter a consciência de que seu dinheiro estava sendo bem administrado.

Com o avanço da tecnologia, principalmente da informática, as empresas passaram a armazenar suas informações (financeiras ou não) em sistemas de informação, e é aí que entra o importante papel da Governança de TI.

A Governança de TI garante transparência e credibilidade nas informações e nos processos

No atual cenário corporativo, brasileiro e mundial, a Governança de TI é parte integral e grande aliada da Governança Corporativa, com papel de destaque na elaboração das estratégias e na definição dos objetivos das organizações.

A Governança de TI refere-se, na prática, à associação estruturada de um conjunto de diretrizes, responsabilidades, competências e habilidades, compartilhadas e assumidas dentro das empresas por executivos, gestores, técnicos e usuários de TI, objetivando controlar efetivamente os processos, garantir a segurança das informações, otimizar a aplicação de recursos e dar suporte para a tomada de decisões, tudo isso de forma alinhada com a visão, missão e metas estratégicas das organizações.

Essa definição deixa clara a importância da Governança de TI, mostrando que ela não é somente uma área de suporte aos processos de negócio, mas uma parte fundamental no contexto do planejamento estratégico das grandes empresas.

As cinco principais áreas de foco da Governança de TI dentro das empresas

  • Alinhamento Estratégico: a Governança de TI garante que tanto os processos de negócio como os de tecnologia da informação trabalhem conjuntamente.
  • Entrega de Valor: benefício importante da Governança de TI, assegurando que o setor de tecnologia da informação seja o mais eficiente e eficaz possível.
  • Gerenciamento de Riscos: a Governança de TI permite que a empresa visualize abrangentemente eventuais riscos para o negócio e dá meios de minimizá-los.
  • Gerenciamento de Recursos: neste caso, o papel da Governança de TI é garantir que a gestão dos recursos humanos e tecnológicos da empresa seja o mais otimizada possível.
  • Mensuração de Desempenho: utilizando-se de indicadores que vão muito além dos critérios financeiros, a Governança de TI assegura uma medição e avaliação precisa dos resultados do negócio.
Post anterior
Entenda em detalhes o que é Balanced Scorecard
Próximo post
O que é gestão de processos organizacionais?

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu