Processos empresariais: conheça os 3 tipos principais

Processos empresariais (ou processos de negócios) são divididos em três tipos. Essa classificação leva em conta dois fatores principais:

  • Relação direta com os clientes.
  • Entrega de valor.

Os dois são de suma importância porque levam em conta aspectos fundamentais:

  • O contato com o cliente sempre deve ser satisfatório e superar suas expectativas.
  • É exatamente essa superação de expectativas que caracteriza a entrega de valor que deve ser percebido pelo cliente.

Vejamos essa classificação em detalhes:

Tipos de Processos Empresarias ou de Negócios

Primários ou Essenciais

  • Os processos mais importantes.
  • Contato direto com o cliente.
  • Entregam valor ao cliente diretamente.
  • As vezes extrapolam as fronteiras da empresa.
  • Visão completa da cadeia de valor.

De Apoio ou Suporte

  • Formalmente estabelecidos.
  • Suportam os processos primários.
  • Sem contato com o cliente.
  • Não entregam valor ao cliente diretamente.

Gerenciais ou de Gestão

  • Formalmente Estabelecidos.
  • Coordenam as atividades dos processos primários e de suporte.
  • Buscam a eficácia e eficiência da empresa.
  • Medem, monitoram e controlam.
  • Não entregam valor ao cliente diretamente.

Veja também: Análise e melhoria de processos de negócios: as melhores práticas

Exemplos concretos de tipos de processos empresariais

Selecionamos para você 4 diferentes tipos de processos empresariais já mapeados em diagramas do HEFLO. Cada um deles tem diferentes especificidades e objetivos.

Exemplos de processos gerenciais e de gestão como estes são bastante úteis para quem quer ter uma ideia inicial de como modelar um processo em sua própria empresa.

Tipo de processo empresarial 1: compras e aquisções

Este tipo de processo empresarial envolve diversos níveis de aprovação, diferentes departamentos e uma série de tomadas de decisão. O objetivo é garantir mais transparência, economia de tempo e recursos, além de combater fraudes e conluios.

tipo de processo empresarial fluxograma-de-processo-de-compras-01

Tipo de processo empresarial 2: contratações

Atrair os melhores talentos e escolher os profissionais certos para as funções mais adequadas para seu perfil é um processo que exige muito cuidado da empresa para atingir estes objetivos. É importante notar que o solicitante da contratação deverá interagir tanto com o Departamento de Recursos Humanos quanto com o Gestor de sua área, o que leva a criação de 3 raias em nosso modelo deste tipo de processo empresarial, veja:

tipo de processo empresarial processos-de-rh-01

Tipo de processo empresarial 3: integração de novos funcionários

Destes 4 diferentes tipos de processos empresariais, a integração de funcionários é o mais complexo, exigindo nada menos que 5 piscinas para ser corretamente modelado. Isso ocorre devido a importância da integração de novos colaboradores, para que logo se sintam bem à vontade e contem com os recursos e informações necessárias para rapidamente por em prática todo seu potencial em favor da empresa.

exemplo de processo empresarial integracao-de-novos-funcionarios-01

Tipo de processo empresarial 4: vendas

Nada mais importante que depois de todos os processos produtivos, de planejamento, RH, Pesquisa & Desenvolvimento etc, o processo de vendas se concretize. Sem isso, a empresa não terá receitas!

Nesse contexto, o processo de vendas deve ser ágil e seu tempo controlado adequadamente, evitando-se perder qualquer oportunidade de atender ao cliente. Confira:

tipos de processos empresariais fluxograma-de-processo-de-vendas-01

Como você viu, cada um desses diferentes tipos de processos empresariais apresenta um grau de complexidade variado. Quanto mais atividades e sub-processos, maior o número de piscinas e raias necessárias para seu adequado mapeamento.

Importância do Mapeamento dos Processos Empresariais

Para se conseguir uma gestão efetiva de processos, é preciso, antes de tudo, uma análise profunda da situação da empresa no momento atual. É preciso também fazer esse mapeamento dos processos de forma clara e descrita em detalhes. Com este trabalho feito, ai sim se poderá partir para as avaliações, simulações e modelagens que darão base para se pensar na implantação de melhorias.

Saiba mais: Mapeamento de processos, uma metodologia para um melhor controle

Nível de Detalhamento na Modelagem de Processos Empresariais

Como você viu, existem diferentes tipos de processos empresariais. Na hora de fazer a modelagem desses processos de uma empresa, é preciso levar em conta o nível de detalhamento que será apresentado, dependendo da visão para qual vai se criar o diagrama de processos.

Note que ao se construir o diagrama de processos, seu detalhamento em termos de tipo e quantidade de informação ira aumentando na mesma ordem dos itens a seguir:

Diagrama da Visão Corporativa

  • Visão da cadeia de valor.
  • Forma gráfica.
  • Resumida.
  • Abrange uma única folha.
  • Esta relacionado ao ambiente de negócios.

Diagrama da Visão de Negócios

  • Representação dos macro-processos.
  • Detalhamento da cadeia de valor.
  • Abrange todos os processo que compõem os macro-processos.

Diagrama da Visão de Operações

  • Representação dos processos, sub-processos e atividades.
  • Detalhamento da Visão de Negócio.
  • Trata do que esta sendo feito, não de como é feito.

Diagrama de Visão de Sistemas

  • O mais detalhado.
  • Abrange: softwares, pontos de integração, tráfego de dados (no fluxo do processo e da informação).
  • Necessita de apoio da equipe de TI.

Veja mais: Modelagem de processos BPM – Entenda os conceitos

BPM e a Gestão de Processos de uma empresa

O objetivo final de um projeto de BPM é adicionar valor ao negócio. Por isso, é fundamental se aliar à tecnologia para que se possa ter um acesso ágil a informações seguras, atualizadas e de qualidade. Só assim será possível demonstrar de forma transparente os resultados e como eles contribuem na formação de valor na empresa.

Confira: Gestão de processos de negócios BPM – Qualidade que gera produtividade

Gerir processos empresariais é basicamente planejar, implementar, monitorar, controlar e melhorar. É exatamente isto que ferramentas como o HEFLO da Venki proporcionam a sua empresa, de forma intuitiva e flexível.

 

Post anterior
Gestão de desempenho: conheça a chave da gestão moderna
Próximo post
Definição de gestão de processos: reunimos as 10 melhores

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu