Qualidade e produtividade com uso de ferramentas BPM

As necessidades do mercado estão cada vez mais vorazes; exigem muito com o menor gasto de tempo e recursos possível. Para facilitar os processos de produção economizando potencial humano, materiais e dinheiro, o uso do BPM pode ser uma solução capaz de promover a produtividade e celeridade nas organizações.

Ser produtivo é fundamental em qualquer época. Atualmente o conceito de produção mudou; um mundo com transformações mais rápidas exige uma produção com poder de adequação às diferentes culturas, realidades e à aceleração da vida cotidiana.

Mais pessoas, mais tecnologia, mais oferta, menos recursos. Essa matemática quebra muitas empresas, endivida governos e impede o desenvolvimento. O desafio é produzir mais com menos, dando celeridade ao processo desde a sua concepção até o produto final.

O uso das informações geradas pelo BPMS permite identificar os principais gargalos, além de definir as principais providências para otimizar os processos graças aos seus fluxos de relatórios e aos dashboards. Com o ciclo PDCA, as melhorias serão constantes no ambiente operacional.

Delegar e monitorar tarefas para obter qualidade e produtividade

Outros dois aspectos fundamentais no sucesso da implantação do BPMS são a facilidade para delegar e o monitoramento. É certo que um gerente, supervisor ou coordenador de área possui mais capacidade para delegar tarefas por estar mais perto da ponta e da execução, eliminando assim os possíveis gargalos da produtividade. Com o monitoramento, as tarefas são delegadas aos colaboradores com avisos sobre prazos e prioridades, sem uso de correio eletrônico ou telefone.

A celeridade está em alta, mas a sua aplicação depende de ferramentas inteligentes que aperfeiçoem os meios e os potenciais, e economizem os recursos e o tempo. E essa é uma das funções do BPM.

Post anterior
BPM como aditivo para gestão de serviços
Próximo post
A evolução do BPM Humano para o BPM Social

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu