Exemplo pronto de diagrama de Ishikawa? Aprenda como fazer!

Neste artigo, vamos falar do diagrama de Ishikawa com exemplos prontos para você entender este método que tanto ajuda empresas na melhoria contínua de processos.

Mas antes de darmos exemplos prontos de diagrama de Ishikawa, vamos falar um pouco mais sobre ele e os conceitos que o rodeiam.

O que é diagrama de Ishikawa

O diagrama de Ishikawa, também é conhecido por outros nomes como:

  • diagrama de causa e efeito;
  • diagrama espinha de peixe;
  • diagrama 6M.

É um método simples que busca entender as causas que resultam em problemas específicos.

O nome do método veio de seu criador, o japonês Kaoru Ishikawa em 1943 com seus estudos que buscavam sempre um melhor controle e gestão da qualidade total.

O método que busca descobrir a causa raiz de um problema, e assim facilitar o entendimento e a organização das discussões e soluções para estes problemas, faz sucesso e é usado até hoje.

Esta análise permite que você mapear processos passo a passo, em forma de cascatas com todas as possibilidades que podem causar erros ou problemas.

O método tem forte apelo visual agilizando assim a tomada de decisão por parte dos responsáveis pelo processo.

Como fazer um diagrama de Ishikawa e exemplos prontos

Antes de ver exemplos prontos do diagrama de Ishikawa, vamos aprender como fazer um diagrama de Ishikawa:

  1. assim como ele também é conhecido, desenhe uma espécie de espinha de peixe.
  2. cada uma dessas espinhas são representadas com as principais categorias que podem ser a causa do problema;
  3. a quantidade de cada uma destas espinhas podem variar conforme o tipo de empresa que você possui.

A coluna vertebral do peixe é a linha representativa que liga as causas até o seu efeito, representado pela cabeça do peixe.

É na cabeça do peixe que você declara o problema enfrentado.

As principais categorias representadas em cada uma das espinhas são também conhecidas como os 6M:

  • Mão de obra: Todas as pessoas envolvidas no processo
  • Método: O método caracteriza a forma como o processo é executado. Quais são os procedimentos usados, regras e requisitos.
  • Máquina: Todos os equipamentos envolvidos no processo. Desde computadores a ferramentas.
  • Medida: Aqui você irá analisar as métricas utilizadas. Analisar todos os dados gerados a partir do processo procurando falhas na avaliação da qualidade.
  • Material: Avaliar todas as matérias-primas utilizadas. Incluindo peças e tudo necessário para produção do produto final.
  • Meio ambiente: O meio ambiente, nada mais é as condições do local de trabalho onde o processo é desenvolvido.

O diagrama ficará como na imagem abaixo:

Diagrama de ishikawa exemplo

A partir do momento que você colocou no papel todas as categorias, é hora de fazer um uma análise dos processos organizacionais. Por meio de brainstorming com sua equipe você deve anotar as possíveis causas do problema, relacionadas a cada categoria.

Para cada causa sugerida você vai adicionar um traço na categoria correspondente.

Procure esgotar as possibilidades e peça que sua equipe relate até mesmo as causas menos prováveis.

Alguns problemas podem se encaixar em mais de uma categoria, portanto não há problema em adicioná-lo mais de uma vez.

A partir daí você terá um visual de todos os possíveis causadores de problema de seu processo.

Partindo do diagrama você e sua equipe irão focar seus esforços em classificar as possíveis causas da mais provável para a menos provável.

Dessa forma você vai eliminar de maneira mais eficiente os problemas enfrentados no seu processo.

Diagrama de Ishikawa com exemplos prontos

Vamos mostrar alguns exemplos prontos do diagrama de Ishikawa, para facilitar a interpretação da implementação da metodologia de gerenciamento de processos.

Você verá que a implementação do diagrama para resolução de problemas, no dia a dia de sua empresa, pode agilizar ainda mais os seus processos.

Portanto vamos aos nossos exemplos prontos do diagrama de Ishikawa:

Exemplo 1

No nosso primeiro exemplo vamos supor que sua equipe esteja procurando os motivos para o atraso recorrente na produção de um produto.

A equipe se reuniu e sugeriu 3 motivos para o atraso que antes não acontecia. Os atrasos sugeridos foram:

  • Máquina: Maquinário antigo precisando de constante manutenção:
  • Mão de obra: Atraso de colaboradores
  • Método: Mudança nos processos

O diagrama então ficou assim:

Diagrama de ishikawa exemplo

Exemplo 2

No vídeo abaixo você pode ver um exemplo onde o autor fala sobre “costuras desalinhadas”. De acordo com o exemplo levantado, a equipe da empresa chegou a conclusão que os problemas poderiam vir de diversas fontes:

Método:

Máquina mal posicionada

Falta de indicação do local de costura

Mão de Obra:

Falta de treinamento

Ritmo acelerado (talvez causado por Metas elevadas)

Meio Ambiente:

Temperaturas altas no local de trabalho

Máquina:

Falta de um dispositivo anti-falha

Maquinário antigo

Exemplo 3

No terceiro exemplo pronto do diagrama de Ishikawa que trouxemos, você pode assistir a metodologia sendo aplicada para resolver um problema de demora no atendimento.

No exemplo apresentado no vídeo a equipe chegou a conclusão de que as causas vêm de dois fatores:

Máquina: Computadores apresentando travamentos

Mão de obra: Lentidão da equipe de atendimento

A conclusão da empresa foi treinamento de pessoal e atualização dos computadores de trabalho.

Benefícios do uso do diagrama de Ishikawa

Agora que você viu na prática exemplos prontos do diagrama de Ishikawa, vamos ver os benefícios que o seu uso oferece às organizações.

Assim como você pode acompanhar no texto, o uso do diagrama de Ishikawa facilita a visualização dos causadores de problemas e os efeitos causados por eles. Podemos dizer que outros benefícios são:

  • Facilitar o brainstorming da equipe, de maneira a facilitar a organização das ideias;
  • Ajuda a manter o foco de toda a equipe;
  • Mostrar todas as possíveis causas de uma só vez, de maneira organizada e segmentada;
  • Estimula a solução dos problemas.

E ai? O que achou da metodologia de melhoria de processos do diagrama de Ishikawa? Já aplicou algum método parecido?

Agora que você conhece os benefícios e exemplos do diagrama de ishikawa, pode colocar este plano de melhoria em ação!

Este post foi escrito pela CAE Treinamentos, uma empresa de cursos online e treinamentos in-company com mais de 3.000 alunos capacitados e mais de 100 empresas de renome atendidas. Conheça nossos cursos e saiba como podemos ajudar você a conquistar uma posição de destaque no mercado.

Post anterior
Entenda o que são e confira 10 exemplos de regras de negócio
Próximo post
Turbine a produtividade da sua empresa com a automatização de processos

Posts Relacionados

Nenhum resultado encontrado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu