Tudo sobre o conceito de computação em nuvem

Entender o conceito de computação em nuvem é muito simples, de verdade!

Pense em tudo que você pode fazer em seu computador com seus arquivos e aplicativos.

Por exemplo: se você precisa achar um arquivo de texto, pode dar uma busca, ou procurar nas pastas, ou até mesmo saber onde está e ir direto nele. Ou ainda, se você quer abrir um aplicativo, um software de emissão de folha de pagamento: você clica lá no ícone do software, ele abre, você digita o que precisa ser informado e gera sua folha de pagamento sem problemas.

Bom, o conceito de computação em nuvem é basicamente a mesma coisa, com 3 pequenas diferenças.

  1. A capacidade de armazenamento em nuvem é gigantesca! Seu HD nunca ficará lotado ou lento.
  2. Você pode acessar seus arquivos de onde estiver (basta ter internet). De casa, no trabalho, no ônibus, no avião ou em uma nave espacial (se tiver sinal), você acessa o documento ou aplicativo que quiser e do dispositivo que estiver usando (tablet, smartphone, notebook etc.).
  3. Todo mundo pode acessar os mesmos arquivos (se autorizados pelo autor) e visualizar, fazer comentário e até editar (se autorizado a isso). Nada de ter um monte de planilhas repetidas com versões antigas e documentos duplicados, um em cada máquina.

Caramba! Bom isso, hein? Esse conceito de computação em nuvem te surpreendeu? Pois saiba que isso é só a ponta do iceberg de tudo que ele pode te oferecer!

Vamos apresentar neste arquivo algumas outras vantagens do da computação em nuvem e também explicar um pouco melhor como tudo isso funciona.

Como funciona o conceito de computação em nuvem

Não se preocupe, os dados e informações de sua empresa não estão flutuando por aí, não é isso que eles querem dizer quando falam em nuvem.

Na verdade, gigantes da indústria de tecnologia da informação, como Google e Microsoft, só para dar alguns exemplos, têm instalações gigantes espalhadas pelo mundo onde hospedam os arquivos de sua empresa com toda segurança necessária para evitar perdas de dados ou falhas e interrupções de acesso.

Você se loga nesses serviços por meio de uma senha e pode salvar seus arquivos lá, do mesmo jeito que faz em seu computador, arrastando e soltando em uma pasta.

Na maioria dos casos existe um excelente mecanismo de busca, uma interface intuitiva e fácil de operar e os arquivos salvos podem ser dos mais variados formatos e tamanhos.

Mas as vantagens da computação em nuvem não param por aqui, não!

Existem os aplicativos na nuvem, chamados de SaaS (Software as a Service), que você pode usar diretamente dos servidores na nuvem, sem ter que instalar nada em sua máquina, confira:

O conceito de computação em nuvem e softwares como serviço

Imagine o exemplo que demos da folha de pagamento. Agora, em vez de comprar um software e instalar nas máquinas de sua empresa, usar seu próprio banco de dados e ocupar um espaço enorme, pense em fazer isso remotamente.

As vantagens são imensas, pois todos os funcionários que trabalham com isso terão acesso a uma base unificada, sem duplicidade, com muito menos erros e poderão trabalhar de onde estiverem.

Normalmente estes serviços são pagos por meio de uma assinatura mensal, mas muitos deles oferecem uma versão gratuita, por tempo limitado ou com algumas funcionalidades a menos, totalmente grátis, é o que se chama de serviço Freemium: qualidade “premium” por um preço “free”.

Talvez você não tenha se dado conta, mas aplicativos como Facebook, LinkedIn e Waze são Softwares as a Sevice.

Vantagens da computação em nuvem

Como você deve ter percebido, este conceito de computação na nuvem só traz vantagens. Vamos elencar algumas delas para que você entenda ainda melhor deste assunto:

  • Integração de equipes, que podem compartilhar e editar arquivos em conjunto de forma colaborativa.
  • Mobilidade: acesse arquivos e aplicativos de onde estiver, com diversos tipos de dispositivos.
  • Criatividade e inovação: quanto mais opiniões diferentes e diversidade de ideias compartilhadas com rapidez, melhores e mais inovadores os resultados.
  • Transparência: as informações e documentos estão disponíveis para todos os autorizados para isso e que necessitam deles.
  • Agilidade e velocidade na troca de informações.
  • Segurança: as empresas que fornecem serviços de cloud computing seguem os mais rígidos procedimentos e protocolos do mercado.
  • Menos custos: nada de ter que comprar servidores enormes para seus dados.
  • Não é preciso fazer manutenção de sistemas e softwares.
  • Backups automático, sem necessidade de se perder tempo com isso.
  • Atualizações são desenvolvidas e disponibilizadas automaticamente e sem que seja preciso instalá-las em cada máquina.

Como você viu, o conceito de computação em nuvem chegou para ficar. Hoje, mais do que uma vantagem competitiva, a computação em nuvem é o mínimo que se espera de uma empresa moderna e que quer tornar seus processos cada vez mais ágeis e eficientes. Esta é uma nova maneira dos empresários encararem a Tecnologia da Informação.

Este post foi escrito pela equipe da Safetec, uma empresa de Cloud Advisor que oferece diversas soluções de computação em nuvem. Confira alguns cases de sucesso.

Post anterior
O que significa ITIL para empresas e profissionais de TI
Próximo post
Diferencial competitivo: Definição e 3 exemplos de sucesso

Posts Relacionados

Nenhum resultado encontrado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu