Entenda em detalhes o que é Balanced Scorecard

Talvez a tradução que melhor defina a essência contida na metodologia Balanced Scorecard seja “Indicadores Balanceados de Desempenho”.

Mas para entender melhor o que é Balanced Scorecard e qual a sua finalidade, devemos conhecer sua origem e fazer uma breve viagem de volta no tempo, mais precisamente para os Estados Unidos da América no início da década de 90.

Havia uma preocupação crescente dos norte-americanos com seus sistemas de avaliação de desempenho empresarial, que se baseavam principalmente em indicadores financeiros e contábeis e estavam ficando obsoletos.

Houve então um esforço conjunto de estudiosos e executivos para desenvolver um sistema inovador e que fosse mais fidedigno e confiável, e após extensas pesquisas surgiu no ano de 1992 o Balanced Scorecard.

Apresentado pelo bem-sucedido executivo David P. Norton e pelo respeitado professor Robert S. Kaplan, o Balanced Scorecard era inicialmente tido apenas como um modelo de avaliação performática empresarial, mas que com muito sucesso ao longo dos anos evoluiu para uma eficiente metodologia de gestão e planejamento estratégico.

Algumas das razões para o sucesso do Balanced Scorecard

No atual universo corporativo, onde predomina a competitividade e a excelência faz a diferença, o grande desafio dos profissionais de gestão é manter um sistema que seja capaz de fornecer informações úteis, justas e precisas, que facilitem o sempre delicado processo de tomada de decisão.

Neste contexto, o Balanced Scorecard é tido como a ferramenta ideal, pela sua capacidade de integrar as ações Estratégicas, Operacionais e Organizacionais de uma empresa, possibilitando simultaneamente a definição das estratégias empresariais, a gestão do negócio, o gerenciamento dos serviços e o foco total na qualidade.

Alguns exemplos de processos cruciais para empresas e que podem ser gerenciados utilizando-se o Balanced Scorecard: orçamentos e planejamentos, direcionamentos de investimentos e estabelecimento de remuneração por metas atingidas, individuais e coletivas.

As principais dimensões consideradas no Balanced Scorecard

  • Perspectiva dos Clientes: O intuito aqui é acompanhar de maneira clara como a empresa está entregando valor para seus clientes, utilizando-se indicadores de satisfação e resultados (como pesquisas) e sempre se levando em consideração o prazo, a qualidade, o custo e o desempenho dos produtos ou serviços.
  • Perspectiva dos Processos: Consiste em identificar e mapear os processos essenciais para a realização dos objetivos da empresa, implementando sobre eles a gestão de melhoria contínua. Deve-se ter em mente principalmente os processos que agregam valores aos produto e serviços, criam valores para investidores e acionistas e que tenham potencial de atrair e conquistar clientes.
  • Perspectiva do Crescimento: Visa garantir o crescimento da empresa a médio e em longo prazo, através de investimentos em equipamentos, em pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e serviços e em capacitação dos recursos humanos. É feita uma minuciosa análise afim de que se possa identificar qual infraestrutura da empresa pode e deve receber aplicação de recursos.
  • Perspectiva Financeira: Nesta dimensão, os principais objetivos são garantir retorno aos investimentos efetuados no negócio, gerenciar adequadamente os riscos envolvidos no negócio e aprimorar continuamente tanto a Governança Corporativa como a Governança de TI. Os objetivos financeiros devem estar alinhados ao planejamento estratégico da empresa, e as variáveis de receita e produtividade aparecem como ótimos indicadores de desempenho das ações já realizadas e como meios de se projetarem as que ainda estão por vir.

Benefícios advindos da implementação do Balanced Scorecard

  • Converte estratégias em objetivos, e objetivos em ações efetivas.
  • Dá aos gestores uma visão ampla e sistematizada do desempenho operacional.
  • É um processo constante de mensuração e atualização de planos e metas.
  • Facilita e otimiza a comunicação interna e externa da organização.
  • Permite desenvolver uma cultura de aprendizagem e melhoria continua.
Post anterior
Saiba por que a tecnologia BPM é uma peça-chave para automatizar processos de negócio
Próximo post
O que é Governança de TI e qual a sua importância para a tomada de decisões nas empresas

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu