Processo de inovação tecnológica e suas 8 etapas

O processo de inovação tecnológica consiste em uma série de fases necessárias para que se implementem melhorias ou se desenvolva um novo processo produtivo, produto ou serviço.

Existem duas correntes sobre a origem das inovações tecnológicas. Uma defende que o impulso tecnológico (Technological Push) vem dos setores de pesquisa e desenvolvimento científico, sem fins comerciais e a outra (Market Pull), mais aceita atualmente, afirma que são as necessidades do mercado que instigam as empresas a desenvolverem novas tecnologias que satisfaçam as demandas dos consumidores e empresas.

Nesta postagem, vamos analisar o processo de inovação tecnológica voltado para o atendimento das necessidades do mercado e como ele se aplica nas empresas.

Veja também: Quantos estágios usar na inovação de processos?

As 8 etapas do processo de inovação tecnológica

1- Pesquisa básica

A pesquisa básica é aquela fase do processo de inovação tecnológica que só ocorre em grandes empresas, geralmente do ramo farmacêutico, energético e de tecnologia da informação, que mantém departamentos de pesquisa e desenvolvimento continuamente se mantendo atualizados sobre o estado da arte das tecnologias que mais impactam suas organizações.

2- Pesquisa aplicada

Ao se detectar alguma necessidade específica do mercado que possa representar uma oportunidade de desenvolvimento de vantagem competitiva sustentável para o negócio, a empresa busca entre as tecnologias que domina uma maneira de resolver este problema.

Neste ponto, pode se integrar tecnologias existentes de forma criativa e inovadora ou realmente se desenvolver algo totalmente novo.

3- Desenvolvimento

Ao se chegar a uma solução para a necessidade do mercado, é hora de desenvolver o produto, serviço ou processo que será comercializado ou empregado.

Para isso, desenvolve-se um protótipo que deve ser testado, preferencialmente com ajuda do público que irá usá-lo.

Duas abordagens interessantes para esta etapa do processo de inovação tecnológica podem ser usadas:

  • design thinking, que leva em conta a maneira como as pessoas interagem com os produtos e serviços inovadores
  • Scrum, que promove pequenas iterações, avanços incrementais no protótipo e no resto do processo de inovação, baseadas sempre nas necessidades de quem vai usá-lo.

Saiba mais: Um dos autores do manifesto critica as metodologias Ágil e Scrum

4- Engenharia

Com o protótipo definido, é preciso transformá-lo em um produto ou serviço escalável, que possa ser produzido em massa ou para atender as necessidades específicas de uma indústria.

São pesquisados materiais, fornecedores, formas adequadas de estocagem e transporte, como conectar partes e beneficiar insumos, definem-se quais profissionais precisarão ser contratados e treinados, entre outras providências.

5- Fabricação

Este é um dos pontos mais importantes do processo de inovação tecnológica.

É o momento de definir a melhor maneira de se entregar a solução criada ao cliente final, com eficiência e qualidade.

Inicia-se a modelagem de processos, utilizando-se, preferencialmente, softwares de automação BPMN.

Leia também: 7 dicas de modelagem de processos de negócios para leigos

6- Marketing

Com o produto ou serviço pronto para ser lançado, é o momento de fazer testes de conceito, pesquisas de marketing e testes de mercado para se verificar se algum ajuste ainda é necessário em função de como sua aceitação e distribuição está ocorrendo em mercados teste.

7- Promoção

Feitos os testes de mercado, o produto ou serviço é lançado em escala nacional ou global, dependendo dos mercados que a empresa atende.

Esta etapa do processo de inovação tecnológica pode usar o chamado agile marketing, que emprega metodologias Scrum e Kanban com o objetivo de fazer um rápido lançamento de produtos e serviços para se atingir resultados o quanto antes.

8- Melhoria contínua

Assim que é lançado, tanto o produto ou serviço, como os fluxos de processos usados para produzir e entregá-los aos clientes finais passam a ser medidos e analisados constantemente, com o objetivo de procurar formas de melhorá-los e aprimorá-los ainda mais, agregando ainda mais valor à percepção dos clientes finais.

Post anterior
5 dicas para seus funcionários apoiarem a transformação digital
Próximo post
Entenda as etapas do funil de vendas e como implementá-las na prática

Posts Relacionados

Nenhum resultado encontrado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu