A importância de estabelecer processos de qualidade

Obviamente a satisfação do cliente não é resultante apenas e tão somente do grau de conformidade com as especificações técnicas de um produto ou serviço, mas também de fatores como prazo e pontualidade de entrega, atendimento pré-venda e pós-venda, flexibilidade, condições de pagamento, etc.

E desempenhar todos esses processos empresariais com qualidade significa criar, intencionalmente, uma cultura organizacional em que todas as transações são perfeitamente entendidas e corretamente realizadas, e onde os relacionamentos entre funcionários, fornecedores e clientes sejam bem-sucedidos.

Sob um ponto de vista mais amplo, estabelecer uma sequência de processos focados na qualidade dentro de uma empresa não é apenas projetar uma coleção de atividades, procedimentos e eventos amarrados, mas sim ter uma política inabalável que requer o cumprimento de acordos com requisitos claros para as transações, educação, treinamentos contínuos, atenção aos relacionamentos e envolvimento da gerência nas operações, seguindo a filosofia da melhoria.

Face as constantes mudanças no cenário mercadológico, sobreviverão somente os melhores, os mais adaptáveis e mais bem preparados

Atualmente, as organizações de maior sucesso são aquelas que adotaram as ferramentas de gestão da qualidade e que desempenham seus processos com alto grau de eficiência.

Realizar uma gestão focada em processos de qualidade é uma abordagem abrangente que visa melhorar a competitividade, a eficácia e a flexibilidade de uma empresa por meio de planejamento, organização e compreensão de cada atividade, envolvendo cada indivíduo em cada nível, sendo útil para todos os tipos de empresas.

10 aspectos da qualidade nos processos

  1. Total satisfação dos clientes.
  2. Desenvolvimento de recursos humanos.
  3. Constância de propósitos.
  4. Gerência participativa.
  5. Aperfeiçoamento contínuo.
  6. Garantia da qualidade.
  7. Delegação.
  8. Não aceitação de erros.
  9. Gerência de processos.
  10. Disseminação de informações.

Quem é o responsável pelos processos de qualidade em uma empresa?

Esta é uma pequena história sobre 4 (quatro) pessoas:

TODO MUNDO, QUALQUER UM, ALGUÉM e NINGUÉM.

Havia um importante trabalho há ser feito, e TODO MUNDO tinha certeza que ALGUÉM o faria.

QUALQUER UM poderia tê-lo feito, porém NINGUÉM fez.

ALGUÉM zangou-se porque era um trabalho de TODO MUNDO.

TODO MUNDO pensou que QUALQUER UM poderia fazê-lo, porém NINGUÉM imaginou que TODO MUNDO deixasse de fazê-lo.

No final TODO MUNDO culpou ALGUÉM porque NINGUÉM fez o que QUALQUER UM poderia ter feito.

Essa historinha boba, porém perigosa é a realidade da maioria das empresas nacionais que pouco a pouco perdem concorrência devido a baixa preocupação com a qualidade de produção e serviços oferecidos.

Mas se você não quer que a sua empresa acabe contando a mesma história é melhor optar por um mecanismo mais apropriado para gerenciar o nível do serviço prestado, através da Gestão por Processos.

A Gestão por Processos é uma ferramenta fundamental para melhorar a qualidade dos processos e serviços prestados, pois com a automatização de processos, conseguimos promover transparência, definir responsabilidades entre as pessoas envolvidas, padronizar a comunicação, monitorar tarefas e agir de forma proativa evitando não conformidades e trabalhando para melhorar a qualidade nos serviços prestados.

 

Post anterior
Business Process Management – A quantas anda o BPM brasileiro
Próximo post
Melhor programa para controle de processos e automatização BPM

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu